guest-post-projetos-de-arquitetura-4-melhores-praticas-para-gerencialos14395-800x534-pixel

– 4 melhores práticas para gerenciar os projetos de arquitetura

Historicamente, pode-se afirmar que os projetos de arquitetura têm sido elaborados de maneira pouco planejada, com um foco exclusivo no produto final e alheios aos processos inerentes ao gerenciamento.
Isso porque, por sua atribuição de “idealizador”, muitas vezes, o arquiteto tende a valorizar a individualidade e acreditar que apenas o seu talento e criatividade serão suficientes para um bom desempenho. Contudo, essa é uma filosofia de trabalho equivocada, que só prejudica os resultados dos projetos.
É por essa razão que trazemos 4 melhores práticas para que os seus projetos de arquitetura sejam planejados de maneira sistemática, garantindo menos dor de cabeça e, é claro, o sucesso do empreendimento. Confira!

ELABORAR UM PLANEJAMENTO DETALHADO

Existe uma espécie de tendência natural dos principais investidores em ignorar o processo de planejamento e cobrarem a execução rápida dos serviços. Entretanto, o que poderia parecer uma ação para adiantar as realizações, acaba se convertendo em motivo para constantes adiamentos.
Planejar corretamente os projetos de arquitetura resulta em custos menores, melhor organização dos recursos, potencializando a qualidade dos trabalhos. Para tanto, é essencial definir o projeto, o seu objetivo, escopo, riscos e premissas logo no começo.

DELEGAR TAREFAS DE FORMA INTELIGENTE

É normal que o arquiteto queira chamar todas as responsabilidades para si, exercendo variados papéis, e tendo que responder por várias demandas. No entanto, não precisa ser assim.
Uma simples reflexão tende a gerar a percepção de que não poucos serviços podem ter a responsabilidade transferida, ou por não demandarem capacidade técnica específica, ou mesmo porque não exista risco inerente no caso da realização ser confiada a um outro membro da equipe.
Com essa reflexão, inclusive, não seria surpresa identificar serviços que poderiam ser até melhores se delegados/terceirizados. Isso sem falar no tempo que sobra para o arquiteto dedicar a outras prioridades.

UTILIZAR SOFTWARES DE GESTÃO

A princípio, mesmo que pareça uma realidade restrita aos escritórios corporativos, os sistemas de gestão podem realizar um belo trabalho para otimizar e gerir as rotinas de um escritório de arquitetura. Por meio dessas soluções se torna possível atualizar marcos, visualizar tarefas atrasadas, definir prazos e elaborar orçamentos dos projetos de arquitetura, entre outros diversos procedimentos.
Isto otimiza muito a produtividade, afinal, possibilita que o tempo livre obtido graças ao uso do software seja empregado no aperfeiçoamento dos projetos.
Além da vasta gama de opções de sistemas disponíveis no mercado, a empresa pode também solicitar a adaptação de uma solução, de acordo com as necessidades do escritório de arquitetura.

FAZER CRONOGRAMA E ORÇAMENTO DETALHADOS DOS SEUS PROJETOS DE ARQUITETURA

Uma dos principais fatores de sucesso, não só dos projetos de arquitetura, mas de todos em geral, é o nível de detalhe do orçamento e do cronograma. Pode até soar como algo óbvio, mas alguns pontos requerem muita atenção, pois costumam ser ignorados.
É o caso, por exemplo, em que o cliente define um orçamento inicial, o qual ele se compromete a arcar, mas, posteriormente, precisa diminuí-lo — seja sobre o projeto como um todo, ou alguma parte da obra final. Ou então, o projeto está com o cronograma apertado e o cliente solicita algo mais robusto que requer mais tempo.

Resumindo, é importante que no planejamento de tempo e de custos o arquiteto tenha em mente a necessidade de alinhar com o cliente um orçamento e cronograma imutável, mas, é claro, estabelecendo margens para variações irremediáveis.

O que achou dessas práticas para os seus projetos de arquitetura? Não deixe de conferir nosso artigo: As 3 melhores dicas de gestão de tempo para arquitetos!

Solicitar orçamento para Espaço e Forma

Posted in Espaço e Forma and tagged , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *